quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

A dor de dentes

É sem dúvida um verdadeiro inferno.
Se há alguma pessoa que não sabe o que é nem nunca teve uma dor de dentes, os meus sinceros parabéns. Não tenham curiosidade em descobrir a sensação.
É uma misto de dor com uma impressão que se acentua quando chegamos à hora da suposta paz e sossego e que tem o seu auge na hora de dormir.
Não deixa dormir e chega por vezes a criar um inchaço na cara e a provocar dor de ouvidos.
Sente-se os batimentos cardíacos nas gengiva. 
Tomamos um analgésico e funciona.

Ok, mas e uma grávida com dor de dentes?

Oh meus amigos, uma grávida com dor de dentes...
Quando estáva grávida da minha pequena Diana, passei uns dias que sinceramente me custaram pelo menos 10 vezes mais do que a hora do parto. Uma grávida não pode tomar medicamentos, a menos que seja um ben-u-ron, que se diga de passagem que não resolve absolutamente nada. Se resulta com alguém, os meus parabéns mais uma vez.
Eu não conseguia comer, dormir nem tao pouco fechar a boca convenientemente até que, depois de uma breve pesquisa, descobri um verdadeiro milagre natural: o chá de Malvas.
Pois é, desde esse dia nunca mais faltou o saquinho de malvas cá em casa prontinho para a infusão e, com apenas 1,40€ vi o meu problema sulocionado. 

Para preparar basta ferver àgua e colocar umas folhinhas desta planta na àgua. Deixamos arrefecer um pouco e depois boxexamos com o chá. É um excelente anti-inflamatório e começa logo a aliviar quando bochechamos.


Como tenho o habito de procrestinar coisas como as idas ao dentista, nunca lá fui resolver a situação e agora, 8 meses depois, a minha dor de dentes voltou do cimo da sua subtileza e com ela voltou o chá de malvas que estáva guardado religiosamente no meu armário.


E voces? Como fazem para aliviar a dor?





Enviar um comentário